Rock, cerveja e lingerie

Por Júlia Schäfer Dourado

“Vim de moto, passando frio, mas minha paixão pelo rock é tanta que isso é o que menos importa”. Se você espera que esta frase seja de alguém de acabou de sair da adolescência, enganou-se. Valter Seysert tem 54 anos, é blumenauense e este estilo musical embala sua vida desde a infância. Ele afirma que a afinidade vai além da vontade de atravessar duas cidades para assistir aos shows do Ilhota Rock Festival sozinho. Pela divulgação feita, ele disse esperar que o evento realizado no dia 6 de novembro fosse maior, porém não considera o tamanho um ponto negativo.

No rock não há choque de gerações. De crianças a adultos, todos sentem os pés balançar, prontos para a dança, ao ouvir o primeiro acorde de uma guitarra, onde quer que ela toque. E se todo lugar pode ser um palco, por que não o Salão Paroquial de Ilhota? “Achei engraçado um festival de rock ser realizado justamente ao lado de uma igreja, em um salão paroquial. Estou a pouco tempo na região e eventos deste tipo sempre são novidade”, comentou o estudante Alexandre Sinotti, vindo do interior de São Paulo.

Banda Café Brasilis, de Itajaí, se apresenta no Ilhota Rock Festival

 

As expectativas para a noite variam de acordo com o sentimento das bandas em relação ao evento, ou, até mesmo, ao seu trabalho. Ruca Souza, vocalista da banda Café Brasilis, de Itajaí, declarou que não possuía nenhum tipo de expectativa, nem boa, nem ruim, por nunca ter participado ou assistido os shows do festival promovido pela capital da lingerie. A banda tocou músicas de própria autoria e elogiou o comportamento do público. O baixista Camilo Garcia fez sua consideração. “As pessoas têm uma vibe massa, estavam curtindo as músicas mesmo sem conhecer as letras, elas tem uma cabeça aberta para o que é novo”. A banda faz apresentações há 8 meses e conta também com Marcelo Maia como baterista.

Os integrantes da banda Stuart não se viam há cerca de 9 meses, e, rindo deste fato, classificaram suas expectativas como de “exóticas à diferenciadas”. O trio formado por Gustavo Mouro no vocal e guitarra, Cristiano Silva no baixo e Magola Bernardes na bateria tocaram apenas composições próprias e veem sua música como rock catarinense, apesar de dois de seus componentes estarem agora morando em São Paulo.

Ao todo foram oito bandas que participaram do festival: La Belle Excuse (Blumenau) Babi Jaques e Os Sicilianos (Pernambuco/Recife), Pornô de Bolso (Florianópolis), Os Skrotes (Florianópolis), Páginas em Branco (Balneário Camboriú/Ilhota), e Apicultores Clandestinos, além das duas já citadas.

Anúncios

Sobre ouveaqui

MPB, rock, música regional ou eletrônica? Aqui você ouve o que pode ouvir em qualquer outro lugar, mas com um difernecial: muita informação.
Esse post foi publicado em Festival, Rock e marcado , , , , , , , , , . Guardar link permanente.

2 respostas para Rock, cerveja e lingerie

  1. Ilhota Rock Festival disse:

    RRRRRRRRRRRRRRRRRRRRRRRock

  2. Pingback: Ilhota Rock Festival agora ta no YouTube « Ilhota Rock Festival

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s